terça-feira, 30 de abril de 2013

O JARDIM DA ALVORADA



                 


                Quando falas de amor
                Sinto a Rosa adormecer em teu olhar!
                Esmaece a minha alma em sonhos
                Na ternura dos beijos matinais!

                As palavras soam docemente,
                Como o eflúvio do poetizar das cascatas
                E das cachoeiras em escarcéus
                Magnetizando o mundo em tirolesas ao léu!

                Os afagos da brisa fazem-me dormir
                Nos braços da borboleta sorridente
                Que chega leve no aquarelar
                Pincelando o jardim do meu olhar!

                Sussurra a lagarta quase moça
                Os besouros da alma despertam!
                Bendita manhã do agora
                Gotejar do orvalho na aurora...

                O fascínio do céu em esplendor
                Faísca maravilhas num carrossel de passarinhos
                Que felizes na alegria multicor,
                Principiam garbosos, acrobáticas magias.

                As gotículas remanescentes do alvor que se vai
                Escoando as lavas desse amor sublimar,
                São lágrimas esmaecidas dos meus olhos em sonhos,
                Brincando com a luz do seu olhar.

                Nada me fascina mais do que a retina
                Que guarda a imagem da poesia
                Luar vicejante, estado de torpor
                Inaugura o amor que me inebria.

                Das suas células líricas
                Emerge incandescente olor de carmim
                No jardim encantado da aurora
                Que é nossa história dentro de mim.

                            
                                    
                Autoria:  Antenor Rosalino e Julia Rocha

                Imagem da Internet

2 comentários:

  1. ah, mas que perfeição encontro aqui... bju de quero mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E que incentivo em suas doces palavras, Luna. Beijo, querida amiga.

      Excluir