segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

AROMAS...


Dueto "Aromas" com a querida e exímia
poetisa Luiza De Marillac Michel



                     
                                    


Sinto Teu Cheiro Bramido 
De Homem Em Tanta Pose
Todo Cítrico E Amadeirado
Em Vaga Às Notas Voláteis

Âmbar  "Blackberry"  
Gardênias e Jasmins
"Praliné" Canela e Cravo
Do Mel Cedro E Tabaco

Nos Minuetos De Mozart
Nas Cores De Tanto Limo 
Da Fronte Tua Lunada ..

Reparta Tua Estrela
Minha Voz Te Acalanta
És Doce Da Guariba Amarela...


Luiza De Marillac Bessa Luna Michel 



No sentir das lembranças de mim
Embora por vezes cítricas
Vagueiam em tua memória
Meus abraços salpicados em pétalas

Voláteis aromas de crisântemos, gardênias
Alecrim, alfazemas e tons carmins
Duetos poéticos de nossa intimidade
Repentino arrebatamento que nos uniu assim

Voo aos sons de Mozart e Beethoven
Colorindo a linguagem que nos faz unos
Sob o bailar dos astros no plenilúnio

Partilhamos nossas estrelas que rutilam
Tua voz como mantras me acalanta em brumas
E cai minha lágrima de alegria em frenesi


                                                           Antenor Rosalino


sábado, 17 de fevereiro de 2018

AMOR (II)


                                          
 Dueto "Amor - II" com a exímia e querida
poetisa Luiza De Marillac Michel
                                                       


                                                     


Amo-te a cada dia, hora e segundo
A luz do sol, na noite sossegada
e é tão pura a paixão de que me inundo
Quanto o pudor dos que não pedem nada
  

Amo-te como são nossas almas uníssonas
Sob lua em noites de pleno e denso inverno 
e tão imenso é meu amor onde me afogo
Quanto a nostalgia permite tanta alegria!

Amo-te como amo as flores deitadas nos jardins
Juramentadas ao sagrado estar em poesias
ornamentadas e flertadas sob cada verso nosso
Quando a felicidade desarma as nossas vidas!

Amo-te a cada momento em pura primazia
Sob as estrelas faiscantes lá dos céus
e tão apaixonante é a nossa história!

Amo-te hoje ainda mais do que ontem
Sob neons e cartas todas amadas
Deixo-te meu amor em avenidas caladas..

     Luiza De Marillac Bessa Luna Michel  


A constância deste amor sempiterno
Cristaliza-se a cada dia tanto quanto
A luminosidade do sol ou da lua
E te amo em cada momento findo

O amor perpetua em nossas almas
E num retiro como em alcovas de lareiras
Entregamo-nos a esse amor que inebria
E te amo tanto na dor quanto na alegria

Assim como as flores cálidas sob as sombras
Debruçadas em jardins de encanto
Ajoelhamo-nos aos pés do altar da poesia
E te amo aos caprichos de odes e liras

No primor dos momentos de cândida ternura
Sob a luz do plenilúnio vicejando o infinito
Eu te amo na amplidão da natureza holística

Celebro o amor que me percorre as vísceras
E o riso que se ostenta nas marcas de minha face
Porque te amo na senda de tuas mãos amadas.

                                                Antenor Rosalino


quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

AURA DE LUZ


Dueto "Aura de Luz" com a querida e
exímia poetisa Luiza De Marillac Michel


                                     

Num sublime impulso
Pelas vicissitudes da vida
A poesia nos uniu um dia
                                   E o amor nasceu entre nós.

A luminosidade do sol e da lua
Ornamenta nossos sonhos adorados e
De mãos dadas, seguimos
Fazendo histórias rumo ao eterno

                                   Amadurecidos em novo ciclo,
                                   Nosso amor triunfa tão grandemente
                                   Que se torna indizível tamanha emoção
                                   Na culminância de belos dias.

Desfaço os laços dos subterfúgios
E na transparência de tua aura de luz
Encontro lenitivo para viver feliz
Sob a égide de tuas mãos que me conduz

A tua verve poética te diviniza
Na mais sacrossanta lira das escritas
E eu te amo além do próprio amor
Diva do meu coração e da poesia infinda

                                                   Antenor Rosalino



Nesse Impulso Misterioso
Os Verbos Nos Uniram Em Poesia
Nas Ilhas Nasceram Nossos Amores
Navegando Mesmos Mares Imensos.

Na Feitura Da Deusa Lua
Espaço Para o Astro Rei
Amor Sob Mãos Estendidas
Tão Constante É Meu Exprimir

Ciclo Todo Renovado
É Meu Amado Tão Galante
Primazia Da Felicidade
Nosso Tema Em Rebento

Tua Lira Poética Se Realça
Competência Que Proclamo
Eu Te Amo Em Grande Excelência
Muso Do Meu Coração e da Literatura infinita


                                               Luiza De Marillac Michel

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

NOSSO ANIVERSÁRIO...


Dueto "Nosso Aniversário" com minha imperatriz
 e exímia poetisa Luiza De Marillac Michel

               
                          



NOSSO ANIVERSÁRIO...

Ouso
Te 
Convidar
Ao
Condado
Imantado

Onde
Cores
Dos
Amores
Falam
Em Flores.

                                                         Venhas
                                                         Inteiro
                                                         Em
Realces
Que
Primo.

Faças
Odes
Ao
Meu 
Verbo
Amar...

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel


Um convite
Irrecusável
Me conduz
À culminância
Do amor tão desejado

Os vocábulos
Revestem-se
Em íris de
Matizes
Num lugar
Idealizado

É nosso níver
Querida
Farei poemas
E cânticos
Em louvor
A ti amada

E Inteiro na
Transparência
Imantada
Em realce
Solenemente
Inclino-me
Para beijar-te

           Antenor Rosalino

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

VAGA FOLIA!!!


    Dueto "Vaga Folia" com a querida e 
exímia poetisa Luiza De Marillac Michel


     
                 


Em Plena Euforia
Estou Lívida Forte
Na Avenida da Orgia
Sou Egípcia Em Consorte

Ilusão Beira Ao Carnaval

Fontes De Alguns Sonhos
Sentimento Que Auroreal
Feriados Que Predisponho

Fantasia Arquitetada
Em Dias De Máscaras
Conceitos Abortados

Togas Se Escondem
Exaltação Tanta Nudez
Meus Versos Eclodem...

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel.




                                    A sobejante euforia
                                    Adentrando a avenida
                                    Nada diz à diva incólume
                                    Em seu perfil de traços finos

                                    Na ilusão dos pensares
                                    Sentimentos de vanglórias
                                    Jactâncias infundadas
                                    No disfarce destas horas

                                    Arquitetura fantástica
                                    Magna esteira de luz planejada
                       Vicejando o mundo em máscaras

                        Os traquejos diversivos oculta
                        A ostensiva nudez a desfilar latente
                        Eclodindo a magia dos versos candentes


                                                      Antenor Rosalino



sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

NOSSO BAILAR


Dueto "Nosso Bailar" com a exímia e querida
poetisa Luiza De Marillac Michel


           

Bailando Nos Céus Azulados
Corpos Evidentes Duma Beleza
Sucumbem Ao Voto Do Amor
E Transformam Barro Em Ouro

Ela Reina Absoluta Aguarda Voo
Ele Reina Também Sol Temporário
Posses De Tanta Harmonia Candura
Em Poses Reais Abraço Do Amor

Sopram Ventos De Imensa Paixão
Nos Passos Acertados Amantes
E A Tinta Desmaiada De Alegria
Passa Na Outra Tela Tua Feição

A Música É Contínua Bem Forte
Tem  Notas Musicais Do Acorde
Fórmulas Inexatas Que Da Arte
Apaixonam Até As Celebridades...

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel



Num bailar à luz das estrelas
Os corpos se entranham sucumbidos
Ao destino traçado e às juras sacramentadas
Transmutadas em ouro e pétalas diamantinas

             Reinado que acolhe a alma
 Tabernáculo de emoções sacras
 Esplendor de cândida magia
 Laços tácitos de delicados braços

 As ondas do vento são sopros de amor
 A tocar em mansos uivos
 A alegria reinante nos corações
 Refletindo em tela a caliente paixão.

 Uma canção se esvai no espaço
 Em acordes prazerosos de emoção
 A arte celebra a vida em apogeu de paz
 Supremos momentos universais

                                                      Antenor Rosalino

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CHUVA DE MEL...




             
                                        


Há Chuva Nos Olhos De Quem Ama 
São Nuvens Chorosas E Tão Frias
Minutos Que Voam A Cada Gota
Ah! Chove Chuva Tilinta Barulho

Espocando As Janelas Fechadas
Para O Amor Que Nunca Se Vai
Aguardando Essas Mil Estrelas
Que Brilharão Em Nossos Céus


Há Um Sopro De Vida No Calor do Verão
Nevoando As Almas Expostas Aos Trovões
Teu Espírito Todo Encantado Em Minha Mão


Nas Almas Caladas Presas Há Tanta Nostalgia
A Poesia Troika* Dos Ventos Esparrama Todo Mel
Sob Laivos De Melancolia Regras Sem Esquadrias...


                                             Luiza De Marillac Bessa Luna Michel




Cristalizadas gotas transparecem
Em camarinhas como nuvens em brumas
No transcorrer do tempo que voa
Tilintando presságios aos que amam

Exuberantes florais de janelas
Abrem trancas para o esperado amor
Que se faz num divinal impulso ao léu
Sob luz de estrelas em filetes no céu.

No veraneio, um sopro divinal sobrevém
Névoas fecundam almas num encanto
E tuas mãos de crisálida exalam flores do além

Nostálgico pensar emerge o silenciar das almas
Perscrutando o zelo da brisa disseminando mel
Aventando suspiros e versos tristes ao léu


                                                             Antenor Rosalino