sexta-feira, 22 de novembro de 2013

SENTIMENTO POÉTICO





Quando o meu prisma se faz poético,
                                   Vejo taças de sol poente
No brilho de cada olhar.
No céu rutilam estrelas
Como um tear de cristal!

Quando os passarinhos insurgem
Em acrobáticas magias
Principiando os seus cantos
Em dias de ventania,
Vejo o mundo transmudar
Longínquos rincões tristonhos
Em eldorados felizes
De infantes sonhos risonhos!

Quando a noite me alucina
No magneto do plenilúnio,
A comoção me domina
E me sinto um deus-menino.

Quando iluminados sorrisos
Despojados de amarguras
Derramam calientes brilhos,
Os meus olhos fazem festa
Buscando descobrir a fonte
Onde dormem os eflúvios
Dos sentimentos poéticos.



Autoria: Antenor Rosalino

Imagem da internet

4 comentários:

  1. Antenor, no seu poema sentimento poético você nos mostra claramente o poder que o poeta tem de expressar tudo o que sente através das palavras. Pequenas letrinhas que são bem escolhidas e formam um bálsamo para a nossa alma. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marli Terezinha, honra-me e muito me enleva a amabilidade de suas palavras, as quais, fazem com que aumente a minha responsabilidade no sentido de procurar melhorar sempre mais. Obrigado, querida amiga, e um abraço com carinho.

      Excluir
  2. Amado: Sonhe com aquilo que você quiser.Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. E, num presente, repleto De Um Grande Amor (SIC...) Meu Poeta Maior, expressa em versos toda a beleza que carrega em Si! Seu estro poético alucina meus sorrisos. E vou contigo tecer Outros Versos, que nos Faça Viver Eternamente Juntos! Querido, esse poema é muito belo, a cada leitura, me embriago ainda mais De Ti! Permita-me, um abraço que todo apertado e um beijo lânguido em suas mãos? Minha mais profunda admiração e amor! Sua eterna Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorável Lu, o teu comentário se constitui para mim, numa relíquia das mais amoráveis que guardarei no relicário eterno das minhas lembranças mais queridas. Com as mãos entrelaçadas sigamos o destino traçado em que o amor nos embriaga. Profundamente grato e com o mesmo sentimento lânguido e amorável beija-te o teu eterno Antenor.

      Excluir