sexta-feira, 20 de março de 2015

DAVI, MEU NETO




A poesia viaja na minha alma,
E desenho no céu da existência
O teu sorriso largo e aberto
Davi, meu amado neto!

Ainda que eu não viva o bastante
Para presenciar as dádivas de tua vida,
Estarei em outro plano a velar
Todos os teus momentos.

Dar-te-ei a minha essência mais pura,
Para ver o teu caminho iluminado.
E por ti serei plena responsabilidade
Em tua busca por vinhas divinizadas!

Que teu caminho seja bordado
Pela luz da esperança,
Das nuanças do bem viver
Em um mundo de bonanças!

                                   E em candelabros de emoções
                                   Sejam teus sonhos abençoados
                                   Para que nunca se desfaça
                                   O sorriso de tua face.



                      Autoria:  Antenor Rosalino

                      Imagem do Davi em seu primeiro dia de vida (06/02/2015)




2 comentários:

  1. Linda e emotiva homenagem, parabéns!
    Que Deus abençoe infinitamente teu neto e todos os teus, que os dias sejam todos de contemplação...
    Meu carinho amigo, lu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Receba o carinho de suas palavras como uma bênção, adorável Lucy Mara. Em minhas introspecções desejo também a você, e a todos os seus, uma vida de alegria e paz. Meus sinceros agadecimentos com um abraço terno.

      Excluir