sexta-feira, 31 de maio de 2013

TRIGAIS DE OURO



                          


                  Entre anjos e querubins,
                  adormecida em plumas alvas de ternura,
                  a alma transbordante em fulgores
                  teça rendas com fios de ouro,
                  desfazendo brumas
                  num luar de amores!


                  A natureza desperta o seu encanto,
                  desde o canto majestoso dos pássaros à flor.
                  Os trigos dourados
                  ostentam o brilho para a colheita.


                  Sinto a brisa num sopro de vida,
                  fecundando poesia
                  nos trigais em flor!...


                  Inebriando searas e  lírios,
                  a natureza em seu apogeu,
                  traz à luz teus olhos líricos:

                 estes olhos que são meus!


                  
                  Autoria:  Antenor Rosalino e Maria Cristina Bonetti

                  Imagem da internet
                       

                 

2 comentários:

  1. Respostas
    1. A sua mensagem singela e otimista muito me estimula, Marcia. Obrigado, de coração.

      Excluir