sexta-feira, 23 de março de 2018

DIVA DA POESIA


  Dedico o poema abaixo à exímia e querida poetisa
 Luiza De Marillac Michel, minha parceira de letras, 
pelo transcurso do seu aniversário natalício.
  É meu desejo vê-la sempre feliz transbordando sua
inspiração tão envolvente e bela quanto o silvo da brisa
em florais de janelas.        

   

                                                       DIVA DA POESIA

                                  No silêncio da noite enluarada
           A inspiração aflorou-me à mente
                                  E minhas mãos clamaram-me para escrever

                                   Debrucei o meu pensar nostálgico
                                   No teclado um tanto manuseado
                                   E com os olhos marejados de saudade
                                   Fantasiei-me em versos de poeta alado
           
Com o coração revestido em pétalas
Distante da Terra poluída e calcinada
Colho flores em jardins de encanto
Para ofertar à diva da poesia exaltada

Relembrando as emoções vivenciadas
Fulgura com o mesmo elã pactos sagrados
Em misteriosa bruma invisível
Fecundando em pérolas a poesia em lastro

Os prazeres segredados em diário
São como estátuas abandonadas ao léu
Mas não volatizam as suas letras pensantes
No sutil enredo de sua lida encantada

Nessa noite tudo parece emudecer
Apenas suspiros poéticos dançam
E galgando os degraus dos sonhos
Seu versejo se faz à luz da lua e do neon das ruas


                   Antenor Rosalino

10 comentários:

  1. Boa tarde. Uma boa homenagem. Adorei. Parabéns...

    Hoje:- Endiabrados, desejos que me atormentam

    Bjos
    Votos de uma boa Sexta-Feira

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Larissa. Aqui fico sumamente envaidecido pela generosidade do seu comentário. Obrigado e um cordial abraço.

    ResponderExcluir
  3. Antenor,
    que poema belo... Certeza que a musa amou.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aleatoriamente, pelo que observei ela gostou muito sim e fico muito feliz por ter conseguido esse feito que tanto me envaidece e honra. Muito obrigado também por sua apreciação. Grande abraço.

      Excluir
  4. Independentemente da publicação, que gostei:
    O Brincando com as palavras DESEJA-VOS: UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA, EXTENSIVO AOS VOSSOS FAMILIARES E AMIGOS.
    .
    Bjos com carinho e estima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito lhe agradecemos pela generosidade dos votos, Larissa, e desejamos a você e a todos os seus, igualmente, uma Páscoa abençoada e que recaia sobre vocês toda a alegria do que a vida tem de melhor. Abraços fraternos, amiga.

      Excluir
  5. Inspiração vibrante num ser que é plena poesia e usa essa beleza para homenagear carinhosamente a musa, a qual devota carinho, ternura, amizade e um intenso amor. Lindo o companheirismo literário de vocês.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Lucia. Dedico à Luiza todos os sentimentos explicitados em teu gentil comentário e te agradeço, penhoradamente, pelo teu presente e sempre valioso incentivo. Grande e fraterno abraço.

      Excluir
  6. Querido Poeta Antenor: A gratidão é fruto de grande cultura! Não há no mundo exagero mais belo que a gratidão. Que seu futuro permita que você alcance todos os seus sonhos. Muita paz, e amor é o meu sincero desejo para sua vida. Jamais esquecerei tudo o que você fez por mim. Sempre esteve ao meu lado, nas horas que chorei, e nas horas que sorri, nas horas que me lamentei e nas horas e que de uma forma ou de outra demonstrei total alegria e amorosidade... Quero agradecer pelo sorriso diário, agradeço de peito aberto, de alma explosiva... Hoje quero parar, agradecer a Deus pela sua existência! Pois, você fez, faz e fará sempre parte de minha história! Sobretudo, por essa homenagem tão carinhosa, especial, que me dedicou! Beijo amorável, da eterna Escritora Luiza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, o sentimento de gratidão é tão imenso que permeia apenas grandes corações como o seu, Luiza. Muito lhe agradeço pelos votos que são recíprocos. Nada fiz, em relação a tudo que você fez por mim, com tanta demonstração de afeto e honrando-me ao fazer duetos comigo apesar de minha humilde literalidade. Você merece todas as homenagens. Beijo terno e um grande abraço com carinho e admiração do seu poeta e parceiro das letras, Antenor.

      Excluir