domingo, 22 de abril de 2018

UM CANTO AO ANTENOR


Homenagem recebida da amada diva da poesia
Luiza De Marillac Michel, a quem agradeço,
penhoradamente, envaidecido e honrado.

                                       
                                     

                    Adorável Antenor Rosalino:

                    Procura-se uma alegria
                    Uma mala vazia
                    Do final de ano
                    Eis que tenho na mão
                     - flor do cotidiano -
                    E voo de um pássaro
                    É uma nova canção.

                    Se apressam os borbulhantes
                    A esperança reluz alfaias
                    De sonho e de amor: Alianças
                    Água que vira pura canção
                    Bolos que desfazem os anos

                    O canto começa sob matizes
                    Pelas cidades já se apressam
                    Terras dos araçás e do mestre.
                    As contagens terminam,
                    E os fogos nos alucinam.
                    Chegando um novo ano...

                     Luiza De Marillac Michel


4 comentários:

  1. Adorável Luiza, que expressar! E que belo e comovente brinde ao nosso elo amorável em que a poesia dita o cenário de nossas emoções.Este poema é um dos mais belos feitos por tua pena dourada. As tuas letras sensórias e pensantes contêm brilhantismo incomum. Aqui fico maravilhado, envaidecido e profundamente grato, amada diva da poesia. Muito obrigado com o costumeiro fausto beijo do teu eterno Antenor.

    ResponderExcluir
  2. Adorável Antenor: Feliz em saber que é um dos mais belos poemas! A mala vazia que produz esperanças do sonho e do amor. São Alianças! E o canto que se inicia, sob as matizes... Se apressam nas terras dos Araçás; e Do Meu Poeta Maior e Meu Mestre Amado, Antenor !!! Fogos cintilam nos céus e alvoroçam a frieza aqui da terra. Sob a flor do cotidiano, deixo-te essa flor, com um beijo amoroso, da tua eternamente Luiza *********************** São tuas essas 23 estrelas, Amado

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Junto a nossos cumprimentos, muito lhe agradecemos pela apreciação, caro Gil Antonio.

      Excluir