sexta-feira, 20 de abril de 2018

CRAVADAS EMOÇÕES...


  Dueto com a amada e exímia
poetisa Luiza De Marillac Michel


                                                          
                        

                       
CRAVADAS EMOÇÕES...

Cadeiras Que Solitárias
E o Horizonte Clamando
Versos De Um Lindo Verão
Sem As Variantes Inoportunas
Tua Sombra Surge Junto À Lua

Olhares Às estrelas heteronímicas
Alforria Nossas Almas Transitórias
Ilustração Aviltada Pós-simbolista
Nas Florestas Lagos Reis Exasperam
Corpos flutuam Sob Versos Gloriosos

Contraditória Reserva Do Belo
Frequenta Viagem Nossos Sonhos
Substancialmente Realizáveis
Reordenadas E Explícitas Visões
Abraçamo-nos Transe Das Emoções...
  
              Luiza De Marillac Bessa Luna Michel



Um clamor se faz no horizonte longínquo
Disseminam-se versejos no alvor do veraneio
Distantes de inoportunos estratagemas
Candelabros de emoções insurgem
Nos faiscantes mimos de tua silhueta.

Um transbordar de puras emoções
Irradia a liberdade dos corpos que flutuam
Sob o eflúvio de cânticos nas alturas
Num apogeu glorificado ungido em sonhos
Pelo teu hábito de exaltada ternura.

Num ápice visionário de quimeras
Enlaços de abraços no reino de alforria
Visões etéreas norteiam nossos destinos
E na noite insone a reluzir no neon das ruas
Bailam nossas emoções em eternas fantasias.


                                                                Antenor Rosalino

4 comentários:

  1. Bom dia. Parabéns pelos excelentes poema. Adorei. Nota 20. :))

    Hoje:- O teu convite surreal.

    Bjos
    Votos de um bom Sábado


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Larissa. Com nossos agradecimentos desejamos-lhe também um sábado feliz. Abraços fraternais.

      Excluir
  2. Meu tão Adorável Antenor Rosalino: Sou sim apaixonada pelo nosso amor... Cravadas são as emoções, que se cruzam nos oceanos da nossa paixão... Nossas almas alforriadas da inconstância desse mundo... A tua pena Amado; é cravada de diamantes que reluzem a todo tempo. Tua companhia é mais do que preciosa... E meus versos ganham brilho com tua parceria de primeira categoria Amado! Reinarás em meu paraíso! És meu Menestrel... Serei tua Diva... E no transe desse dueto, ressoam nossos abraços uníssonos. Meus parabéns! Receba meu beijo amoroso, da tua eterna Luiza. Faltam dois dias para amor comer muitos bolos que farei... Espero que goste! Com todo meu amor, feliz sábado!@!!

    ResponderExcluir
  3. Adorável Luiza, em tua pena a poesia flui livre e cheia de encanto como cachoeiras em escarcéus. E a exteriorização do teu sentir comove meu coração que se enternece, principalmente, pela honra de poder te companhar com minha modesta inspiração. São momentos supremos em que a poesia da natureza nos invade e as emoções falam por nós. Assim, te agradeço com penhor e, amoravelmente, receba o costumeiro fausto beijo do teu eterno Antenor.

    ResponderExcluir