segunda-feira, 13 de novembro de 2017

DA ARTE


                                                             




                                                          DA ARTE...        
                                       
                                                     Avidez de Cultura
                                                    Sob sensibilidade
                                                    Uma alegria imensa
                                                    Brota das nossas almas
                                                    Cativando públicos
                                                    Talentos acrescentados
                                                     Vinga o Cimo Teu
                                                     Dum Sopro Todo Maior
                                                     Teu Poetar Translúcido
                                                     Amado E Adorável
                                                     Meu Poeta Maior...
                                                     Bendita e re bendita
                                                     Vida que tanto se agita
                                                     Lembranças nossos Dias
                                                     Regando Nossa Paixão
                                                     Revigoradas em realidade
                                                     Desfolha-se a pele e retoma-se
                                                     a alma...

                                                          Luiza De Marillac Michel        

        
                                                          DIVA DE POESIA

                                                Em redivivos pensares
                                                Meu estro sentimental se alastra
                                               Tão profundo quanto os mares
                                                Na busca infindável
                                                Do teu saber e domínio
                                                No manuseio dos vocábulos
                                                E do lirismo que te faz
                                                A diva da poesia!

                                                No sentido corpóreo,
                                                Tens a pena em tuas lívidas mãos,
                                                Mas tua alma precede a escrita.
                                                Preserva o teu intelecto o foco
                                                Nos teus sublimes ideais
                                                E sentimentos que fagulham
                                                Em dom elevado que absorve a luz
                                                Como um dossel flutuante a revestir o amor.


                                                                       Antenor Rosalino   


                                                     

5 comentários:

  1. Amado Antenor: Em soluços de emoção, recebo na aurora dessa madrugada, mais um belo presente do Meu Menestrel... Quanta honra estar com meus singelos versos, colado ao teu ilustre e magnífico poema "DIVA DA POESIA". Ao ler seu poema sinto o estremo zelo dessa arte, Única - que vigora mundo afora. Você constrói e reconstrói um mundo desenvolto desse seu ato maior, escrever! No Prólogo que abrange Toda Sua Alma, sinto o prazer de horas tão Santas... Já são pedaços de mim, as Têmporas Absortas em Dias Que Ensolarados ou Nublados. Ao Seu Lado, Serão sempre Dias De Eterna Claridade, como se As Estrelas fossem parte de seu céu vivente! Não há sombras, nem dores, nesse mundo espetacular, onde reside sua Lira Poética! Chispam os Verbos em Seus Escritos, como o Vento a Me Tocar Diuturnamente... Quem é Amado Deve Sempre Ser Lembrado! No silêncio desse instante, abraço carinhosamente cada verso: "Nos pensares" "Se alastram" "Infindável Busca como Se Fossem Mares " E meus vocábulos se casaram com os seus... "E, fagulham sentimentos" "Desse Seu Elevado Dom" - A Revestir de Paz Eterna, os Corações Unidos Pela Paixão... Querido, estou sem palavras, movida pelo dom da emoção! Só posso te dizer - Que Seu engenho reconheço - À distância - Relevante toda SUA OBRA!!! Meus mais efusivos parabéns... Profundamente tocada. Deixo meu beijo amoroso, sob Vistas Da Deusa Lua, que me acompanha nesse Imenso Amor, em tantas madrugadas infindas... Da sua eterna Luiza De Marillac Bessa Luna Michel - Antenor Rosalino*****

    ResponderExcluir
  2. Amado, leia "Só posso dizer...( Sem o Te... SIC) Desculpe-me esse erro, corrigido nesse novo comentário! Muitíssimo Obrigada, beijo grande da sua eterna Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorável Luiza, Os teus versos junto aos meus se constituem numa honra indizível, além de marcar o laço eterno desta amorosidade que nos une além dos vocábulos, dos quais sou aprendiz e, a cada dia, tenho o prazer de aprender mais contigo. Que todo o teu dourado brilho possa inundar os meus dias hoje e sempre. Junto aos meus cumprimentos amoráveis e de gratidão, receba o costumeiro fausto beijo do teu eterno Antenor.

      Excluir
  3. Bom dia. É um privilégio de poder ler tão boa poesia. Obrigada pela partilha,

    Bjos
    Boa Terça-Feira.
    Hoje o tema é meu lá no "Brincando"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz com seu gentil comentário só tenho a lhe agradecer, Larissa. Ótima semana para você também e um terno abraço.

      Excluir